segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Emir Kusturica: "Mujica é um herói da antiguidade"

Cineasta Kusturica

O diretor de cinema — que se apresentará em Montevideu no próximo dia 4 de dezembro à frente de sua banda — adiantou que prevê terminar agora em dezembro seu filme sobre o ex-presidente uruguaio José Mujica, a quem descreve como um símbolo "do que antes denominavam herói da antiguidade".

Em declarações à agencia de notícias Tanjug, Kusturica mostrou seu desacordo com aqueles que dizem de Mujica, conhecido por sua austeridade, ser "o presidente mais pobre do mundo"  e assegurou que "ele converteu a história de sua vida num proveito pessoal no sentido filosófico".


A obra, intitulada O último herói, será um filme em forma de documentário, na qual, entretanto, o ex-mandatário uruguaio vem tendo que "atuar" sob a direção do realizador, ao mais puro estilo ficcional.

"Compreendeu que a vida é curta para passar o tempo em centros comerciais, que o homem aliena-se por meio da ideia de possuir em vez de ser", opinou sobre Mujica o autor de filmes como Quando Papai saiu em viajem de negóciosUnderground ou Vida Cigana.

"Não houve desgraças pelas quais não passasse, e então,  lhe custaria muito caro se isso houvesse convertido em riqueza e não na riqueza espiritual e interpretação do mundo, que logo, no sentido prático,  fez do Uruguai um país ordenado", indicou o cineasta.

Segundo considerou , "neste furioso capitalismo liberal no qual tudo se transforma em mercadoria, este homem não queria ser mercadoria e permaneceu homem e aceitou com religiosidade que não há que se desperdiçar o tempo e sim,  viver a vida".


Kusturica voltará ao Uruguai para apresentarse à frente de sua No Smoking Orchestra. O concerto será no Teatro de Verano no dia 4 de dezembro e las entradas se venden a través de Abitab.
Fonte: elpais.com.uy
Tradução : J. Passos

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

O dia em que Cacimbinhas saiu do mapa

Autor de A GUERRA DE CACIMBINHAS , obra que trata de tema com forte vínculo com a memória da região , o jornalista Luiz Antônio Nikão Duarte é o convidado especial da próxima edição de CONVERSAS SOBRE LIVROS , realização da Bibliotheca Pública Pelotense (BPP). No dia 1º de setembro, a partir das 19 horas, Duarte faz a apresentação  do livro em Pelotas e conversa com o público sobre suas pesquisas em torno do episódio  que, em 1915, retirou do mapa a sua Cacimbinhas, rebatizada como Pinheiro Machado. A mudança teve relação direta com  um assassinato ( do senador José Gomes Pinheiro Machado) e gerou uma crise politica em que, bem ao estilo da época, logo apareceram as armas e a ameaça do que o autor chama de "guerra municipal". Evento com entrada franca , como é regra em todas realizações da BPP.
 
CONFIRA
 
O QUE - Conversas sobre Livros . Mesa redonda com autor e convidados.
QUANDO - 01 de setembro , 19 horas.
ONDE - Salão Nobre da Bibliotheca Publica Pelotense ( Praça Cel Pedro Osório, 103)
QUEM - Convidado especial: Nikão Duarte, autor de A Guerra de Cacimbinhas.

quinta-feira, 5 de maio de 2016

RÉQUIEM PELA DEMOCRACIA BRASILEIRA



RÉQUIEM
PELA DEMOCRACIA BRASILEIRA


Olhai esse
congresso acovardado
que se ajoelhou
perante os poderosos,
como um clube
servil de homens rançosos
para quem nosso
povo é simples gado!

Quanto custa
comprar um deputado?
Quanto vale vender
sua dignidade?
Por cobiça nos
nega a liberdade
procurando o futuro
no passado!
Mas, se o país
amanheceu mais triste,
se a corrupção
feliz, hoje festeja,
há em cada justo o
brio de dar peleja
pela razão que sob
o céu lhe assiste!

Somos a história
em carne e osso e vemos
o pêndulo da
história regredir!
Se a traição é o
discurso dos blasfemos,
comprados como
Judas para agir,
será nossa a
alvorada que queremos


de um país para
todos que há de vir!

(Poema de Dario Garcia)


quarta-feira, 9 de março de 2016

V Marcha das Mulheres de Fronteira - Jaguarão


Imagens da V Marcha das Mulheres de Jaguarão fazendo parte da programação da II Semana Binacional da Muher. Registramos a palavra de Mangela Bitos, de Rio Branco, da presidenta da Câmara de Vereadores, Roseli Calvetti e o uso da TRibuna Popular em nome das meulheres , pela SEcretária de Cultura de Jaguarão, Maria Fernanda Passos das Neves.

domingo, 28 de fevereiro de 2016